5 de março de 2019

Paternidade e ativismo

uma das coisas que mais me deixou feliz ao voltar pra Pedreira/SP foi encontrar um grupo que se mobiliza politicamente para melhorar a cidade.

com a tragédia criminosa ocorrida em Brumadinho, a população daqui ficou mexida com a construção de uma barragem de água pelo Departamento de Água e Energia Elétrica do Estado de SP. embora barragem de água tenha menos riscos que a de rejeitos, essa que está sendo construída conseguiria armazenar 31.000.000.000 litros de água a apenas 2 km da cidade, o que a coloca como de alto risco potencial para a vida humana (além de outros impactos ambientais e econômicos negativos).

Foto da passeata contra a barragem de Pedreira, que eu participei com meu filho.

o projeto é antigo e o canteiro de obras já está instalado, mas com a mobilização popular e pressão política, os vereadores entraram com pedido de embargo e o prefeito embargou (temporariamente) a obra.

eu e meu filho participamos da passeata contra a barragem, confira como foi e porque participamos:



como pai, é muito mais difícil de participar de reuniões, debates, protestos e passeatas, mas acho que também por termos filhos, agir como cidadãos é ainda mais importante, porque somos vistos como exemplos por eles.

Foto no protesto pelo #EleNão que participei com família e amigos gays.no tempo que morei em Campinas, eu me filiei ao PSOL por ser o partido com o qual mais me identifico e que defende bandeiras que eu também defendo. e uma coisa que sempre curti é que nas principais reuniões do partido sempre tinha recreacionistas para cuidar e brincar com as crianças, permitindo aos pais e mães estarem nas atividades.

mas mesmo quando não tinha eu ia com meu filho, porque obviamente queria participar e também porque acredito que seja muito importante para o desenvolvimento dele conhecer maneiras de reivindicar aquilo que desejamos mudar na sociedade.

e esse tipo de noção é algo que pode ser alimentado também por meio da literatura infantil. já dei aqui a dica do livro Passarinhos e Gaviões, escrito pelo Chico Alencar, e hoje aproveito para dar uma nova dica, que é a obra Rã de Três Olhos, da Olga de Dios:



na obra a gente conhece uma rãzinha que vive num rio poluído. conforme ela vai crescendo, ela começa a descobrir porque a situação do rio chegou àquele ponto e tenta mudar, mas percebe que sozinha ela não consegue. daí ela vai aprender a importância de se mobilizar em grupo. é um livro que esbanja amor e cidadania <3

se quiser comprar, na Amazon tá com 20% de desconto.

como alguém que cria conteúdo pra internet desde 2000 e bolinha, é óbvio que acredito que é relevante compartilhar nas redes sociais notícias e análises que envolvem causas nas quais acreditamos, mas cada vez mais tenho percebido como o cara a cara é potente e transformador, pois permite um diálogo maior de pensamentos e afetos entre as partes.

e você, já teve a oportunidade de participar de uma manifestação com seu filho? ou algum projeto de voluntariado na cidade? se sim, como foi? se não, por quê?

vamos trocar figurinhas ^_^

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...