19 de junho de 2011

Se vira, Rafael, por mais um dia

Mais um fim de semana recheado de palmito. Com uma programação menos desgastante que andar 8 km com o Miguel no colo, desta vez o levei ao parque pra se sujar e depois num campeonato de artes marciais.

Bora lá?

Ele chegou aqui no apartamento depois do almoço, havia passado os dias anteriores com a vovó Claúdia e o bisavô Adolar. Mal entrou aqui e já o botei pra fora, pra passearmos na pracinha aqui do lado do prédio. Também nem chegou lá e já reclamou de sono e voltamos pro prédio ¬¬'

Quando cheguei aqui vi uma mensagem da Gi falando que ia lá na pracinha também, levar a Duda, - Putz, pensei, justo agora que voltamos e que o Miguel vai dormir? Mas ele não ficou 30 minutos no colchão e voltamos pra lá.

A primeira grande sujada num parque :)

Primeiro problema ao chegar lá: o Miguel não tinha brinquedos pra usar na terra.
Solução: Roubar Emprestar das outras crianças.

Aaaah, eu conheci a Duda ao vivo, ela é muito fofa! Ficou brincando com o Miguel um pouco:


Segundo problema: Maldita seja a fase oral! hahaha Além da questão de ficar sujinho, o Miguel a cada segundo colocava os brinquedos cheios de terra na boca.
Solução: Da sujeira foi tomar um banhão gostoso, já o de comer terra, bem, não tem, né? Só tirando a todo momento as coisas que ele levava na boca. Pensando pelo lado positivo, brincar com a terra ajuda a desenvolver o tato e deixa a criança mais inteligente. Então, suje-se, gordo!


Enquanto ele brincava, fiquei lá conversando com a Gi e dois outros pais, sobre educação, relacionamentos, sobre a vida, sabe? e foi bacana...

Enfim, para acabar a tarde com muito prazer e garbo, eu, Gi, Duda e Miguel fomos tomar um café na Starbucks. Deve ser estranhos para as pessoas verem dois jovens nos seus 20 e poucos anos entrando com duas crianças no colo, devem pensar: Malucos! Inconsequentes! Mas fato é que só somos um pouco, pois cada um de nós só fizemos um filho >.<

O Miguel entrou lá desmaiado, nem deu tempo de tomar um cafezinho e ficar mais uns minutos ligadão:


Quando acabamos o café, ele acordou e tentamos em vão tirar uma foto com todos juntos. Mas era impossível, consegui só algumas um pouco borradas dele com a Duda:


E foi com essa good vibe que eu e o Miguel voltamos ao apê, tomamos um banhão e nos preparamos para uma noite selvagem, bárbara, viril, calorosa e testosterônica! Fomos ao Centurion Fight Combat! AAAAAAAAAEEWWWWWWW

E o primeiro grande nocaute foi do Miguel, no início do primeiro round já.


Fui neste evento prestigiar o pessoal da André Gomes Team, equipe lá de onde treino boxe e jiu jitsu. Todos os caras da equipe ganharam as lutas na noite em que o Miguel estava na torcida. Coincidência? Té parece, molecão aqui é amuleto de sorte pra qualquer um :)

Olhem uma das lutas que consegui gravar (tem mais lá no meu canal do Youtube):



Nossa, esse post está grandão e falta mais o outro dia: hoje. Vou resumir assim: ele acordou manhoso e só conseguir almoçar porque fui pedir ajuda pra minha vizinha mais querida: Srta. Michela. O resto da história, que fique perdida pra sempre junto com os documentos secretos do governo.

p.s.: amanhã vou no 3º Seminário Revista Crescer, em Sampa, com a Michela e a Kira. O tema será tecnologia e sobre como lidar com as exigências da casa, da família e do trabalho sem enlouquecer. Muito útil, né? Depois conto timtim-por-timtim tudo o que rolar por lá.

4 comentários:

  1. Esqueceu de um detalhe: Para conseguir o nº do celular da sua VIZINHA, você teve de recorrer a MIM! HÁ HÁ HÁ!


    Esse seu filho é uma gostorusa viu, e ow, pai de merda, providencia ai um baldinho de areia, comprei pra Beatriz por 5 reais! hahaha


    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Minha mãe sempre conta: eu pegava terra do vaso que tinha na sala, comia, e não contente, amassava ela no sofá inteirinho :D

    Bomm pra ganhar anticorpos! hahaha

    Bjão pra vocês dois!

    ResponderExcluir
  3. Kira,

    hahahaahah bem lembrado, não tinha o telefone da minha amiga e vizinha Michela, e você que a conhece a menos tempo que eu tinha... esse número salvou meu almoço ;)

    e sobre o baldinho, minha mãe disse que ele tem lá em Pedreira, da viagem que eles fizeram pra praia (óbvio que eu não fui e fiquei trabalhando hahaha), é só eu pegar lá pra próxima vez :D

    ResponderExcluir
  4. Que capeta que você era, Carol! hahahahahhahahha é isso aí, tem que judiar dos pais mesmo, seja na inocência ou não :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...