1 de fevereiro de 2016

Uma bagunça chamada mudança

Tenho postado pouco por aqui, quem me acompanha nas redes sociais sabe que tem sido uma época bem conturbada, cheia de desafios, porque eu e o Miguel estamos nos ajeitando para morar em Campinas.

Foto minha e do Miguel, quando ele foi conhecer nossa nova casinha.

Depois de uma boa temporada na casa dos meus pais, estamos indo para a cidade em que ele nasceu e onde trabalho, para aproveitar melhor o meu tempo, para ele curtir atividades mais legais para crianças, porque em Campinas há mais clínicas que atendem meu plano de saúde e ele poderá ter um melhor acompanhamento médico. Enfim, muitos prós...

Duro é que tudo tem sido uma mega bagunça:

  1. Primeiro pra arranjar casa. Tinha achado uma ótima, que o corretor alugou pra outra pessoa quando demorei uma semana pra levar os documentos, mesmo explicando minha situação. Não volto na Torre Imobiliária nunca mais.
  2. Achei uma outra corretora que me ajudou a encontrar um lugar adequado ao que precisa e, finalmente, fechei contrato com uma casinha de fundos que cabe no meu bolso e supre as necessidades minhas e do Miguel (achei na HM&Polo).
  3. Outra coisa é escola. Em Pedreira ele ia pra primeira série. Aqui depois de ver um monte de escola e Conselho Tutelar, descobri que ele precisa de mais um ano no Ensino Infantil, e a casa que achei do lado da escolinha só vai ser boa mesmo no ano que vem, mas paciência.
  4. Agora achei uma creche bem legal, mas só vou poder ver a questão da vaga no dia 16 desse mês, senão vou ter que de novo ir no Conselho Tutelar encher o saco do pessoal. Ansiedade define.
Mas enfim, está tudo indo. Fico feliz que tudo esteja entrando nos eixos, a casa já tá lá e devo começar a mobiliar agora na semana que vem. Quero fazer tudo isso com calma, uma coisa de cada vez, até porque mudanças são complicadas e ainda mais para crianças.

Aposto muito que o Miguel será bem mais feliz em Campinas, mas a transição da chácara dos avós para a casinha do papai com certeza não será fácil.

A jornada está só começando e eu só tenho a agradecer o apoio de todo mundo, principalmente dos meus pais e da minha namorada, sem eles não conseguiria nada disso :-)

6 comentários:

  1. Você é guerreiro, Noris! Vai dar tudo certo!! Boa sorte nessa nova etapa!

    ResponderExcluir
  2. mas que doença ele tem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhuma, hoje. Mas não tinha médicos que atendiam meu plano em Pedreira, e agora ele poderá ter atendimento com um pediatra dele, fonoaudióloga, terapeuta, etc, que poderão ajudar ele a enfrentar melhor certos assuntos :)

      Excluir
  3. Olá! Sou nova por aqui, e fiquei muito curiosa em querer entender o que aconteceu com essa família, pelo que vejo são apenas vcs dois, mas afinal pq são só vcs dois?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jackeline, seja bem vinda :)

      Eu estou na carreira solo com ele já faz mais de 5 anos, mas tenho agora uma namorada que me ajuda também.

      A jornada que está começando, que destaquei aqui, é que agora sai da casa dos meus pais só com ele, e lá eu tinha muito conforto e apoio, e agora tô dando piruetas para equilibrar a vida pessoal e profissional em uma cidade diferente :-)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...