2 de agosto de 2015

Organizando os brinquedos: episódio piloto

Inspirado pela namorada que anda lendo a guru da arrumação Marie Kondo e depois de ler um post do PlayKids com dicas de organização de brinquedos, decidi que já passou da estava na hora de eu dar uma geral em 5 anos de brinquedos acumulados.

Decidi começar pelo salão, onde está o "grosso" dos brinquedos do Miguel. Esvaziando prateleiras, caixas e cabanas, não poderia imaginar um cenário mais assustador: brinquedos de bebê que não brincava mais, brinquedos quebrados, brinquedos com peças faltando, brinquedos repetidos, um caos!

Imagem da sala bagunçada de brinquedos

Nessa primeira parte da arrumação decidi dar um fim nos brinquedos quebrados ou com muitas peças perdidas (afinal quando é pouca coisa que falta sempre dá pra improvisar). Ao Miguel deixei a tarefa de brincar com os quebra-cabeças para ver se não faltava peças, enquanto eu ia dando um fim nos brinquedos. Começamos a primeira missão no fim da tarde e terminamos só depois da meia noite!

Teve o momento drama ao ver uma tartaruga ninja ir embora por estar quebrada, teve o momento alegria quando encontramos um headset da Tortuguita. E, em teoria, muitos momentos de aprendizado: sobre a importância de brincar sem destruir e de tomar cuidado para não perder peças dos brinquedos que gostamos, principalmente.

Foram 3 sacos pretos de lixo! Confesso que a vontade é de dar um restart, sumir com tudo, e não deixar mais ninguém enchê-lo de brinquedos. Porque na boa, ninguém precisa de mais de 20 carrinhos, 5 versões do mesmo super-herói e coisas do tipo. Próxima etapa será separar itens para doação!

Alguém já passou por isso? Acumular até ficar de saco cheio? Como foi? Deixe dicas nos comentários :-)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...