11 de julho de 2014

Perder não é uma vergonha

As crianças do comercial da Sadia continuam nunca tendo visto a seleção brasileira de futebol ser campeã do mundo, mas provavelmente já viram os pais desrespeitando os profissionais envolvidos, o técnico, treinadores, jogadores, isso eu acho uma vergonha. Perder, seja numa partida solitária de Paciência ou num jogo da Copa do Mundo, não é.


Quem já praticou um esporte, mesmo que seja apenas aquele chamado VIDA, sabe que:

perder faz parte
- não é vexame um time perder do outro, não importa por quanto
- a vitória é mérito do vencedor, e não demérito do perdedor.
- ser derrotado não é uma vergonha
- um fracasso não faz de alguém um fracassado
- alguém se sair melhor que você em algo não faz de você alguém ruim
- uma partida pode entristecer, mas não deve enraivecer
- quem joga sempre corre o risco de perder
- e perder é a melhor oportunidade de aprender

Então, pais, não digam perto de seus filhos que uma derrota foi uma vergonha ou vexame, eles podem acabar acreditando em vocês, e vocês estão errados.

E se sua vida não depende do esporte que o outro pratica, pfv, leve mais na esportiva.

2 comentários:

  1. Perfeito!
    E assim a gente começa a preparar uma sociedade mais equilibrada já para a próxima copa. Me preocupa a falta de percepção no quanto as crianças absorvem de nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sou fã de futebol, então assisti o jogo sossegado, mais vendo piadinhas no Twitter do que qualquer outra coisa. Eu fico empolgado mesmo com UFC, aí levanto do sofá, sento, ando, como unha, falo palavrão, mas quando aqueles para quem torço perdem, não fico xingando eles ou seus treinadores, sei que eles deram o seu melhor, e torço para que na próxima disputa eles se superem. Acho que ser torcedor é isso :-)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...