23 de abril de 2014

#MêsDoLivro - Feliz Dia Mundial do Livro!

Finalmente, eis o dia que motivou o desafio de 30 livros em um mês, o Dia Mundial do Livro!


A comemoração surgiu na Espanha, em 1926, e de lá pra cá sofreu algumas mudanças. No começo, comemorava-se no dia 5 de abril, depois em 1930 a data mudou para 23 de abril, em homenagem ao dia do falecimento do escritor Miguel de Cervantes. Em 1995, a UNESCO instituiu essa data oficialmente como o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.

Esse ano, a UNESCO do Brasil entra em campo com a campanha "Ler também é uma paixão", apitando que este não é apenas o país do amor ao futebol. Vale a pena ficar de olho na página deles no Facebook :-)


Bem, antes de ir para as dicas de livros, gostaria de compartilhar alguns dados que encontrei sobre os hábitos de leitura no Brasil, preparem seus corações:
- Brasil é o oitavo país com mais adultos analfabetos no mundo, de acordo com a Unesco;
- 88,2 milhões de brasileiros, praticamente metade da população,  não têm o hábito de ler, segundo pesquisa promovida pelo Instituto Pró-Livro. As razões alegadas são: falta de tempo (53%), falta de paciência para ler (19%), desinteresse (30%) e preferem outras atividades (21%);
- Ainda de acordo com o IPL, os gêneros mais lidos no Brasil são didáticos, religiosos e técnicos. E os principais influenciadores na leitura? Professores (45%), mãe (43%) e pai (17%);
- Mais uma da IPL: mais de 60% dos não-leitores NUNCA viram seus pais lendo. 87% dos não-leitores NUNCA ganharam livros.
- Dados do Indicador Nacional de Alfabetismo Funcional mostram que 34% da população nunca foi a uma biblioteca.
Que caminho longo o Brasil ainda tem que percorrer, não é mesmo? Mas vamos falar de coisa boa agora, vamos aos livros que lemos aqui em casa nessa última semana:

16-  O Nariz Curioso, escrito por Christina Marques e ilustrado por Luiz Maia.
♥♥♥♥ - Editora Scipione
Um livro muito curioso de um nariz que se desprende de seu dono, um garoto que vivia torcendo o nariz pra tudo. Uma leitura bem divertida :)

17- Anjinho, escrito e ilustrado por Eva Furnari.
♥♥♥♥ - Editora Ática
Primeiro livro que lemos da famosa Eva Furnari, ela é muito boa e merece todo o sucesso, por escrever algo tão fantástico. Neste acompanhamos uma adorável anjinha cujo sapato cai na Terra. Contrariando ordens dos pais, ela decide vir sozinha para cá procurar o objeto.

18- Cabelo Doido, escrito por Neil Gaiman e ilustrado por Dave McKean.
♥♥♥♥♥ - Editora Rocco
Eu sou suspeito para comentar qualquer coisas desses dois artistas. Amo-os desde que li Sandman na adolescência e nunca me decepcionei com nada que tivesse a mão de algum deles. Neste livro, ficamos sabendo o que há por trás (ou por dentro) do cabelo doido de um cara doido. E coisas bizarras, nonsense e divertidas nos surpreendem a cada página, no instante que uma garota decide que deveria penteá-lo.

19- Chapeuzinho Amarelo, escrito por Chico Buarque e ilustrado por Ziraldo.
♥♥♥♥♥ - Editora José Olympio
Ótimo livro sobre o medo e sobre como encará-lo. Já lemos ele várias vezes e nunca nos cansamos. Nele Chico conta a história de uma garota que tinha medo de tudo, principalmente de um tal lobo. Como se livrar dele é o que aprendemos. As ilustras do Ziraldo estão de arrebentar!

20- Lino, escrito e ilustrado por André Neves.
♥♥♥♥ - Editora Callis
Lino é um porquinho de brinquedo, aprendendo a lidar com a separação de uma amiga, a luminária de coelha chamada Lua, que desapareceu da loja onde viviam. Um dia é a vez dele de entrar numa caixa e ir para um novo lar. É uma história muito bonita, o Miguel gostou, mas eu gostei mais...

21- Vira-Lata, escrito e ilustrado por Stephen Michael King.
♥♥♥♥♥ - Editora Brinque-Book
Numa casa com duas vira-latas, um livro desse tipo de cachorro não poderia ser mais bem-vindo. Eu e o Miguel ficamos apaixonados por ver esse cãozinho superando desafios em sua busca por um lugar melhor e mais acolhedor. Afinal, essa não é também a busca de todos nós? :-)



22- A Casa Sonolenta, escrito por Audrey Wood e ilustrado por Don Wood.
♥♥♥♥ - Editora Ática
Peguei esse livro porque achei a capa muito bem ilustrada, um pouco sombria, mas divertida. Quando fui ler para o Miguel, tive uma sensação de que já tinha lido ela e a cada página fui voltando a minha infância, porque descobri que foi lá que eu tinha visto. Nessa casa sonolenta todo mundo se aninha junto para dormir: a vó, o menino, o cão, um gato, até um rato!, mas eis que surge uma pulga bem acordada para atrapalhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...