11 de dezembro de 2013

De arteiro para artesão

Esse ano marcou minha saída do mundo das agências de publicidade (sabe-se lá até quando) para o trabalho no comércio de artesanato. Não, não estou vendendo pulseiras na praça embora não tivesse me parecido má ideia uns meses atrás hahahahaha.


Minha família começou um negócio e agora cuido da presença digital deles. Essa mudança, claro, afetou também o Miguel: agora estamos mais próximos e mais ligados a artesanato. Volta e meia pegamos coisas da loja para brincar, montar e pintar. Legal é que decorando com ele não me sinto tão ruim nisso hahahahahahaha.

De quadro para guardar super-heróis a porta-lápis, devo dizer que não melhoramos muito, mas ao menos a diversão é sempre garantida!


E eis que me vejo nessa nova empreitada aprendendo todo dia algo novo, seja desenvolvendo site, planejando ações de ecommerce, conhecendo um novo mercado, aprendendo até a fazer caixa de papelão e dirigir kombi. Tudo tem sido muito gratificante, e trabalhar com a família tem sido mais fácil do que imaginei.

Também estou planejando abrir um negócio próprio com os conhecimentos que vou adquirindo, mas sobre isso falo outra hora ;-)

Com restos de madeira até criamos nosso próprio jogo da memória.

Quem quiser conhecer a loja, ela se chama Brasil Artesanato e tem diversas peças para venda online já (embora não tenha no site 20% do que tem na loja física):

Site www.brasilmdf.com.br
Página no Facebook: fb.com/BrasilMDF


2 comentários:

  1. Tudo sempre tem um lado maravilhoso ainda não conhecido.
    Boa sorte na nova empreitada camarada.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...