25 de março de 2013

Filme para os pais - Os Croods

Eep: "Meu nome é Eep e esta é minha família, os Croods. Nós nunca tivemos a chance de explorar o mundo lá fora, por causa da regra do meu pai: Nunca deixe a caverna!"
Grug: "O novo é sempre ruim. Nunca deixe de ter medo!"
Eep: "Nunca tivemos a oportunidade de explorar o mundo lá fora, mas o que não sabíamos é que tudo estava prestes a mudar..."

Grug contando uma de suas histórias sobre os perigos do mundo

Assisti Os Croods neste final de semana e simplesmente adorei. É uma comédia pré-histórica para toda a família, mas para quem é pai, o filme é ainda melhor.

Basicamente, conta a história de uma família que sobreviveu, enquanto sua vizinhança morria, graças ao medo do patriarca Grug, que se esconde em cavernas só saindo para comer. Mas sobreviver não era o suficiente para sua filha adolescente, Eep, que queria viver, independentemente do perigo. Um dia, porém, o mundo como eles conhecem começa a ruir, a caverna é destruída e eles são levados a desbravar um novo espaço, para fugir da morte.

Nessa, eles conhecem Guy, um menino nômade órfão cheio de ideias novas que representa um contraponto ao pai super-protetor. Ele abre os olhos de todos para uma outra maneira de existir e acaba co-liderando o grupo rumo a um novo lar.


Rola entre Grug e Guy os conflitos mais básicos: a força vs inteligência, o velho vs o novo, o autoritário vs o libertário.

Grug ama sua família, não há dúvidas, mas erra em alguns pontos. Conforme a história vai se desenrolando, ele tem que se adaptar as mudanças e lidar com a frustração de rever seus costumes. Se reinventar é doloroso e a saga de Grug é a do herói, tendo sempre como o objetivo o bem estar da família.
O senso de dever para com a família já é dado na introdução do filme, quando a família vai "caçar" o café da manhã.

Eles conseguem pegar um ovo para beber e repartem entre os membros, mãe, bebê, filho, filha, vovó, e quando chega na vez de Grug, ele mal consegue uma gota do ovo, mas diz que tudo bem, afinal, ele já havia comido na semana passada. Essa atitude de colocar o bem estar da família antes do próprio é algo que nos toca profundamente. Enquanto as crianças riam no cinema eu queria chorar hahahahahahahahaha.


Uma das cenas que mais ri foi quando a vovó queria comer o bicho-preguiça que acompanha Guy. Ele não permite e diz que é um bicho de estimação, ela pergunta: "O que é um animal de estimação?", é um animal que não se come, responde, e ela só retruca que os chama de bebês.

Enfim, sem mais, porque não quero dar spoilers. Só queria dizer que este está no meu top 5 de animações, não só pelo tema, mas o roteiro é muito interessante, trabalha temas caros à filosofia (como não pensar no Mito da Caverna?), e o principal, a arte!!!


O visual d'Os Croods é deslumbrante e os animais que a equipe criou são lindos e bizarros. Confira abaixo o trailer e não deixem de assistir, nos cinemas ou em casa depois:

5 comentários:

  1. já tinha visto o trailler, mas não imaginei que fosse tão bom. Vou levar o Felipe pra ver com certeza no feriado. Boa dica! abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leve sim, acho que ele vai curtir. O Miguel curtiu tanto que chorou na saída do cinema, pq não queria que o filme acabasse hahahahahaha

      Abs!

      Excluir
  2. Também adorei o filme Rafa! Muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro que fiz pouco caso pelo trailer, mas né, quando acabou o filme tive que pegar o queixo no chão ^^

      Excluir
  3. Minhas crianças ( afilhado e sobrinho)adoram quando sai uma nova animação, pois sabem que tem cinema a vista. Esse filme é muito legal, mas te contar que os meninos gostaram muito mais de Valente, acho que por conta daqueles gêmeos bagunceiros, hahaha.

    O que mais me deixa feliz é que a mensagem das animações atuais são absorvida pelas crianças, diferente de antigamente, quando víamos os filmes mais velhos e entendíamos diferente.

    Bom, é isso, beijo no pimpolho ^-^

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...