7 de abril de 2012

Um é bom, dois é ótimo

Semana passada a Yumi trouxe o Felipe para brincar com o Miguel. Fazia mais ou menos 6 meses que eles não se viam e tanto eu quanto ela estávamos curiosos para ver como eles iam ficar juntos depois de tanto tempo.

Foi melhor do que eu podia imaginar, assim que se encontraram já foram destruir tudo brincar juntos! >.<


O Miguel está numa fase de não curtir muito dividir os brinquedos, mas o fez mais do que o comum. Brigou algumas vezes por um carrinho ou outro, mas comparado com o tanto que ele briga com nosso priminho, foi uma maravilha. Mesmo porque o Fefê trouxe brinquedos, então cada um brincava com o do outro :-)

Teve saias-justas também, duas: uma foi com o Fefê, que estranhou a casa na hora de dormir (foi uma noite loooonga), outra foi com o Miguel, que mordeu o Felipe duas vezes sem que ele tivesse feito qualquer coisa.

Mas fora isso, volto ao título: um é bom, dois é ótimo. É que é assim, os dois deram muito menos trabalho juntos do que quando estão sozinhos. O Miguel quando está sozinho não para em lugar algum, a gente tem que ficar correndo. Agora com o Fefê, ele até pediu pra ir no quadrado!

*--------------*

Foi lindo, galera, me emocionei.


Enfim, foi tudo muito bom, mas na próxima vez que eu reunir toda a família quero ir passear, não quero ficar preso em casa, não. Como estou sem carro, fica mais difícil, mas eu me viro. Quero conhecer o Orquidário de Amparo, dizem que é lindão.

Enfim, fiquem com um videozinho dos dois aqui na chácara, com efeitinho e musiquinha kitsch, porque sou desses:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...