8 de fevereiro de 2012

Blogagem Coletiva: relato de parto do meu blog





Hoje é dia de blogagem coletiva, organizado pelas mamães do Mamatraca. É a primeira vez que participo de um, e a pauta é o nascimento do blog dos papais e mamães, e por isso vou contar a origem do Família Palmito.






A Origem do Nome

Tudo começou um mês depois da vinda do Miguel ao mundo, como quaisquer outros pais, eu e a Fran queríamos mostrar o Miguel pra todos, divulgar as novidades aos amigos e parentes distantes. Daí veio a ideia de um blog, mas qual nome dar a ele?

Comentei que precisava ser algo não usual, mas que fizesse sentido. Juntamos o que tinhamos em comum: a cor de larva. Hmmm... Eu era vegetariano e ela havia sido... Somos compridos... Miguel era/é uma delícia... Embaralhamos todas as informações e minha eureka foi a alcunha de Família Palmito. Tcharãm!


O que era, o que virou

O blog durante os primeiros meses era basicamente um diário de pai e mãe, com algumas pirações, piadas, alegrias e insegurança comum a pais de primeira viagem. Mas desde que fiquei solteiro, o blog mudou muito.

Na verdade, ele quase acabou. Por um momento achei que não faria mais sentido um blog chamado Família, mas formado só por um pai e filho. Pensava: - Pô, sem a mãe junto não é família. Óbvio que estava enganado, mas minha cabecinha não estava funcionando bem na época. E por fim o blog continuou.



E aí passei a falar não só do Miguel e de mim, mas a compartilhar conteúdo que fosse interessante para outros pais e mães. Principalmente para pais, pois sentia (e ainda sinto) falta da participação dos papais na blogosfera de família. Hoje rola dicas de filmes, livros, músicas e eventos por aqui, para sensibilizar, informar e entreter. Acabaram virando os pilares do Família Palmito >.<

Mas o motivo do blog continuar existindo é o Miguel, registrar os momentos importantes da vida dele, um suporte ao meu cérebro agitado e tão ruim de memória.

Acho que é isso :-)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...