28 de maio de 2011

Na saúde e na doença: o riso

Entre uma tossida e outra, eu e o Miguel ainda temos tempo de rir um pouco de nossa situação.

5 comentários:

  1. ô, meuldeuls! Poderia ficar ouvindo essa risada do Miguel a noite toda! ^^

    ResponderExcluir
  2. Tirei a noite pra fazer ele rir sem parar :)

    ResponderExcluir
  3. O meu é bem assim.
    Engraçado é o espirito sadista deles, quanto mais a gente se mostra doente/com dor, mais eles riem.
    Ontem o meu riu pq eu escorreguei. Sendo trollada pelo filho, como lidar?

    ResponderExcluir
  4. Assino embaixo do seu comentário, Steph, é bem assim mesmo.

    Sobre como lidar, o jeito é rir pra mostrar que nem doeu (mesmo que tenha doído). Cai do salto, mas levanta sorrindo e acenando rsrs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...