25 de maio de 2010

¡ El Miguelito Nasció!

Nasceu o garotão, às 14h59 do dia 23 de maio de 2010.


Depois de quase meia hora de carnificina, barriga aberta, sucção de líquido amniótico, corte da placenta, eis que surge o Miguel.


Coragem, aquele bichinho mole e roxo, nem chorou direito quando saiu.
Não deu um minuto, quem começou a chorar fui eu.
Enquanto duas mocinhas o limpavam, outra fotografou eu e a Fran.


Que momento! Indescritível.

O Marlão, meu professor de criação publicitária, chegou muito perto quando disse:
quando ele nascer, você se sentirá um merda, vai ver que você não é nada, ele é que é tudo na sua vida.
Pois é tudo verdade. Só sabe quem é pai. Se bem que acredito que a mãe deva saber algo parecido, mas como é menino, acho que os homens sabem melhor.


Veio com saúde, está gatão, melhor que isso, só se ele aprender a mamar (pois é, ao invés de chupar os seios, ele ainda só lambe, não sai das preliminares esse garoto).

Fui, mas antes de ir, um terceto em homenagem ao Miguel Angelo Noris, no formato dos haikais de Guilherme de Almeida (verso 1 rima com o verso 3, verso 2 tem uma rima interna entre a segunda sílaba e a última – divisão sílabica de 5-7-5).

MIGUEL

na tarde de outono
trilho uma nova via, um filho
a tirar meu sono.

Um comentário:

  1. Ai ai ai... que choro lindo! Até eu me emocionei ao ouvir. Não vale fazer isso com as primas mais velhas!!! Te pego Rafael!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...